Hands on (Especial): Final Fantasy XIII

"Décima terceira versão do game possui grandioso clima cinematográfico porém peca por sua grande linearidade"


Dia 9 Março. Dia em que a Terra parou. Parou para ver o espetáculo que se denomina… Final Fantasy XIII.

Neste novo épico é iniciado o projeto Fabula Nova Cristalys um projeto ambicioso que conta atualmente com três projetos: um deles é o próprio FFXIII, porém há mais dois; Final Fantasy versus XIII (que até agora se encontra exclusivo para PS3) e Agito no qual irá ser lançado para PSP e celulares (atenção usuários de Iphone).

.

Bem de frente com o show:


Aqui é o reino de Coccon, lugar em que a história ocorre

O game aborda um enredo ótimo, tudo ocorre em um lugar chamado Coocon lugar onde  uma força maligna chamada Fal’ Cie  está fazendo com que o povo deste lugar viva em eterno medo já que a pessoa que entrar em contato com esta força maligna irá permanecer amaldiçoado com o poder do Pulse uma espécie de energia vital para o Fal’Cie. Porém sempre há aqueles afim de se aventurar com esta situação que no caso são os heróis e o exército PSICOM  controlados por uma forte mão proclamada Sanctum estes são os vilões do game.

Bem essa é uma pequena base do enredo de FFXIII, pois o game é extenso e possui grandes reviravoltas, como todo FF da geração atual é de praxe que cada personagem possua sua própria história no meio da grande história abordada, sendo assim o game resolve abordar diferentes pontos de vistas para cada personagem, como assim? Você não controla só um personagem você controla quase todos e esses personagens vêem o mesmo cenário com outro ponto vista algo muito parecido com que vimos em FFVI.

.

.

Jogabilidade:


As batalhas são por turno, mas se o jogador dormir é game over

Falar de FF vem logo na cabeça de como que é o sistema de batalha e para aqueles que esperavam algo muito  mais action do que vimos no fabuloso FFXII vem aí um notícia um pouco ruim, o game é por turno!Mas porém tal sistema por turno talvez seja o melhor já visto em todos esses anos, pois possui um grande sistema chamado Optima (aqui ficou Paradigm Shift) tal sistema já lhe mostra ações nas quais irão lhe auxiliar nas batalhas dando vantagens nas horas mais desafiantes do combate.

Além deste sistema as batalhas são todas em tempo real e você não pode demorar muito para escolher a sua ação, pois senão irá ser game over da serie mas tudo isso rola muito rápido fazendo com que o jogador não fique cansado em ficar lutando durante horas ao longo da jornada. Porém ao invés de ser como todos os FF já feitos (desconsidere Dirge o Cerberus) o game não foca as batalhas com todo o grupo e sim com só um personagem no qual é o Leader escolhido pelo próprio jogo e cabe a você controlá-lo e auxiliar todo o grupo no meio da ação.

As vezes a câmera pode atrapalhar...

Com um sistema de batalha ótimo, por que não ter um sistema de exploração bom? Bem, a princípio o game lhe dá um foco muito bem feito na hora do controle dos personagens sem nenhum defeito aparente, porém nada é perfeito neste mundo e pela “primeira vez nesta indústria vital” a câmera atrapalha, calma não é algo tão ruim como em Dawn of Mana (da própria Square Enix) ela não lhe atrapalha na hora de controlar e sim ela não te deixa observar o seu redor o grandioso cenário que o game lhe apresenta, sendo assim o ambiente não pode ser muito bem observado como em FFX e FFXII  lembrando um pouco a geração FF no PSX  no qual o sistema de câmera é fixado.

Há somente um ângulo que dependendo do cenário lhe dá uma boa visão… ou não, mas ainda há a possibilidade de controlar a tal câmera mas não é tão grandioso como em outros games de RPG. Mas nem tudo está perdido e pela primeira vez é possível controlar a câmera na batalha algo que auxilia muito na visualização das suas ações no meio dos combates.

A evolução dos personagens não se dá pela experiência do modo tradicional

O sistema de Level não é por Experiência e sim por uma grande  tabela de atributos como em FFX, ou seja, você adquiri pontos nos quais são trocados por habilidades e aumento nos atributos. Porém você pode escolher qual classe do personagem você quer aumentar e assim equilibrar seus status ao máximo fazendo com que o jogador explore muito as batalhas na esperança de se tornar um grande guerreiro com todos os atributos  aderidos.

Bem quando falamos na atual geração de Final Fantasy esperamos que a cada jogo ele nos surpreendesse com algo inesperado, porém este jogo apesar de não ser um simples RPG ele peca por algo que em minha opinião nunca deveria ocorrer… ser linear. Bem, o game não é totalmente linear mas exagera muito a ponto de fazer qualquer jogador passar as suas quase 70 horas de jogo um único trajeto sem muito o que fazer, talvez tal feito ocorra devido ao enredo que segue não em torno de um só personagem mais sim de todos mas acho que era possível fazer algo melhor.

.

.

Gráficos:


Os gráficos são um show à parte

Falar de FF é impossível não mencionar os gráficos sendo que a cada jogo o mesmo vem a melhorar e melhorar em muito. Eu tenho uma TV de tubo 29 polegadas na minha casa e quase chorei ao ver a abertura do game com uma linda melodia e gráficos em CGs (lindo, fabuloso, chocante, hadouken, kamehameha!!!) que o jogo possui, mas não é só nos CGs que o game lhe faz chorar: os character desing mais top dos últimos anos Tetsuya Nomura faz os seus personagens parecerem em anime, algo impressionante mesmo, não tem como falar que os gráficos são ruins (ao contrário do que falavam) sendo um dos pontos fortes mais fortes do game.

As CGs são bem trabalhadas e causam impacto

Na parte cenário você irá perceber que o game esquece aquele clima medieval de FFXII e possui um clima parecido com o de FFX porém os cenários (alguns deles) lembram filmes de ficção científica como por exemplo no começo do game você irá ver algo muito parecido com  Matrix onde naves lembram as sentinelas e a cidade Coccon lembra Zyon mas não é isso que lembra também o clima do jogo na parte da Coccon lembra um pouco Spirit Within o primeiro filme de Final Fantasy feito onde tudo é construído em uma colônia e as animações de ação são retratadas com um grande tiroteio lembrando muito o filme.

.

.

Som:


A qualidade sonora do game é triunfal com temas muitos bem colocados e lindos de doer, o tema de batalha em minha opinião superou o de FFVI e FFIV que por mim eram os melhores até então, mas sempre há aqueles que um dia irão superar o passado e Final Fantasy XIII nesta parte superou. O tema do jogo é cantado por Leona Lewis na versão americana com a música “My Hands”,  já na versão Japonesa quem canta é a J-Singer Sayuri Sugawara que canta Kimi ga Iru kara ambos escritos por Nobuo Uematsu.

O trailer com a música da versão americana:

.

.

Conheça alguns personagens:

Aqui o elenco principal de FFXIII, galerinha da pesada essa hein...

Bem os personagens desenhados por Tetsuya Nomura lembram muito alguns desenhados por ele anteriormente, mas não é só nos traços que lembram suas personalidades também, então aqui vai uma pequena comparação de alguns personagens com alguns já feitos.

.

.

Lighting

Uma das protagonistas do game, ela de início deseja salvar sua irmã Serah do Pulse gerado pelo Fal’Cie. Bem, não queria contar spoilers então só vou dizer uma coisa: eis aqui a fusão de Cloud com Vincent Valantine. O lado Cloud porque ela é bonita mesmo e para o público feminino o Cloud é um modelo, e o lado Vincent por que ela é de poucas palavras (mas ela fala) e muito durona sendo ela a mais forte dentre os membros do grupo.

.

.

Snow

Sim o nome dele é Neve assim como no filmes “Selvagens das Noites”, mas isso foi apenas uma citação. Bem ele é o prometido de Serah irmã de Lighting e formam o par Shoujo (anime de romance voltado para meninas) do game. Bem ele possui o casaco do Seifer de FFVIII e uma personalidade bem radical lembrando um pouco Zell de FFVIII.

.

.

Vanille


Bom todo FF que se presa tem que ter aquela menina sapeca (não leve na malícia) que sempre está de bom humor e nunca desiste de nada mesmo no meio de tanta tragédia, bem Vanille é assim, ela lembra Selphie de FFVIII na aparência e sua personalidade vem de Rikku de FFX sendo ela uma das personagens mais cativantes do game.

.

.

Sazh


Bem depois de Barret de FFVII mais um personagem Afro, Sazh é aquele tipo de pessoa que consegue ficar sério, porém sempre faz uma trapalhada, o mesmo possui um filhote de Chocobo em sua cabeça fazendo com que ele sempre tenha inspiração através da pequena e fofinha criatura. Bem ele não lembra ninguém pelo menos eu acho.

.

.

Hope


Tidus deveria entrar com um processo contra seus próprios criadores, pois Hope é a versão garoto de Tidus lembrando muito o personagem, mas só na aparência, pois o personagem é o mais raivoso do grupo sim apesar de ser apenas um garoto o moleque possui um pequeno ódio por Snow. O motivo? Jogue para saber.

.

.

Serah


Se os fãs de FFVII amam Aeris eles irão amar Serah por dois motivos, um: ela é bonita pra caramba (a personagem mais bonita é ela); e segundo: ocorre algo bem trágico  com ela logo de início. Bem ela é a prometida de Snow cujo prometeu amá-la para todo sempre, sua irmã Lighting não gosta nem um pouco desta relação o motivo não é muito bem explicado mas talvez seja por motivos de segurança.

.

.

Conclusão:

A conclusão é que é Final Fantasy, logo vale a pena ser jogado.

O RPG definitivo para esta geração apesar de alguns erros como a câmera e a linearidade FFXIII passa longe do título de pior jogo da série sendo este um dos que mais gostei e estou jogando ele como nunca joguei outro jogo da série e espero que todos curtam esse incrível jogo e façam dele uma fantasia que a cada dia que passa esta longe de ser a final.

.

.

Notas


Gráficos: 10

Jogabilidade: 8

Som: 10

Geral: 9

Anúncios

18 Comentários

Arquivado em Games, Hands-On, Lançamentos, Reviews

18 Respostas para “Hands on (Especial): Final Fantasy XIII

  1. Apesar de eu não ter tido a oportunidade de jogar, acho que o game esta muito bom, venho lendo com certa frequência que o game segue um único caminho, praticamente sem opções, sem escolhas.

    O típico RPG:
    Mata, assiste, mata, assiste, mata, assiste, parabéns você chegou ao final deste game!

    hahauauahuauha

    Creio que mesmo assim, vale à pena dedicar algumas horas para jogar este game maravilhoso.

  2. Keroro kun

    sugoi sugoi NYO
    estava presente quando gray fox kun testou pela primeira vez FFXlll e só tenho uma coisa a dizer XD
    vida longa e próspera para lightining NYO(rsrsrsr)
    personagem “mais macho de todos os FF”NYO
    o personagem sazh me lembra bastante o ussop de one piece,sempre atrapalhado mas com uma genialidade incrivel por debaixo do seu grande nariz NYO(no caso de sazh seria o cabeloNYO)><

  3. Cara você não sabe o trabalhão que deu fazer essas fotinhas…

  4. osmarmachado

    Estou com cerca de 20 horas e posso dizer que este Final Fantasy é simplesmente bom. Não é excelente.

    O jogo é lindo, inegavelmente com belas imagens, além de um sistema de batalha bem legal, mas que tira seu prazer de ter tempo para pensar na melhor tática e simplesmente agir com instintos básicos (ataca logo porra!). A música não é tão cativante qto os antigos, mas continua com seu bom nível.

    Porém a tão famosa lineraridade do jogo realmente cansa um pouco, pois não podemos faer nada fora da história (pelo menos até metade do jogo). A história é confusa e não tem mto apelo, além de não ter vilão, não existe um Sephiroth, uma Kefka, uma Ultimecia, muito menos Sin.

    Os personagens não tem uma introdução com uma base sólida, são jogados no ar e parecem ser meio “forçados” a serem emotivos, por qualquer motivo já perdem o controle emocional, não se divertem e não conversam normalmente. Alias as tão legais conversas de FF parecem se ausentar, já que não há cidades para parar ou mesmo pessoas p/ conversar (ao se aprocimar vc irá ouvir a conversa dela). *99% das conversas ocorrem através de filmes CGs….

    De qqr forma, estou jogando e gostando mto, mas com certeza não tem o ar épico de versões anteriores, como Final Fantasy 10

    Abs
    Osmar

  5. ony2005

    O jogo é lindo e isso é um Fato!

    Eu que não gosto muito de RPG estou muito afim desse jogo, o último FF que joguei foi o VIII, de lá pra cá fiz algumas tentativas apenas no DS, mas larguei depois!

    Clique ai no meu nick e me visite lá no Clictec, abraços Brother!!!!

  6. marcel

    deveria ser tudo 10 ele merece

  7. marcel

    esse jogo é sensacional e grande pacas quem chegar até o capitulo 11 vai intender oq eu to falando muito bom mesmo

  8. Evandro

    Esse jogo é simplismente perfeito, eu estou no capítulo 4, e realmente ele é muito grande MESMO.
    O jogo possui cerca de 50 horas(pelo o que eu ouvi falar, nao tenho certeza) e eu prossegui apenas 4 horas da historia.
    E realmente, ele mereçe nota GERAL:10,0 pontos.

  9. Seni

    Eu adoro o jogo é muito fixe adoro a história!
    Adoro a historia e os graficos tão muito fixes!

  10. Denny

    a historia que voce contou está lonje de estar certa. so para constatar, falcies são deuses maquinas, pulse é o planeta de onde veio todos os seres vivos criados pelo MAKER (Deus deles), e coocon é um planeta criado pela fal’cie orphan para abrigar os humanos pois o planeta pulse era muito selvagem e os animais de lá impediam o desenvolvimento da humanidade. o resto é spolier so conto para a pesssoa que fez o artigo. a gostei muito do artigo e gostei muito desse blog, trata os games de uma maneira diferente de outros blogs que eu vi continuem assim e sucesso merecido. ^^

  11. sergio

    É um Jogo…

  12. sergio

    muito ruim.

  13. alisson

    é muito legal senpre gostei de bons rpgs pena que a onde eu moro quase níguem gosta

  14. alex

    so tenho duas palavras para esse jogo.Final Fantasy

  15. Hítalo_Pablo

    Pra quem jogou outros games da série ff no começo parece chato e diferente isso porque é uma nova fábula mas quando se chega no capítulo 11 da pra ver que o jogo é incrível ! Uma área imensa a ser explorada ! Maravilhoso como todo ff é !!!

  16. Hítalo_Pablo

    Depois que vç termina o jogo a conclusão que tira é bem diferente ! Muitos falam que num ficou bom porque num viram nem metade do jogo ! A parte final é muito show e o final é lindo da uma vontade enorme de jogar logo o ff13-2 que pelos vídeos que mostraram na E3 vai ser incrível !!! Final fantasy sempre !!!

  17. Hítalo_Pablo

    Alguém topa jogar brutal legend online falta os troféus online para platinar meu id na psn é HITALO_PABLO é só adicionar que eu ajudo também

  18. Hítalo_Pablo

    Bioshock 2 online também ! Kilzone 3 ! Uncharted 2 e 3 etc …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s