Hands-On – Alan Wake

Alan Wake

Também conhecido como Alan… terna

Quando Alan Wake foi anunciado, parecia que teríamos uma cópia descarada de Silent Hill,  e de fato o resultado final lembra muito o game da Konami. Mas o pessoal da Remedy se esforçou bastante e conseguiu criar um game com seu próprio estilo e diferenciais, se afastando da ingrata missão de se tornar um “SH Killer”.

A historia inicia quando um escritor chamado Alan Wake tira ferias junto de sua esposa, Alice,  em uma área de camping nas regiões montanhosas dos EUA. Ao chegar no local, ele  é recepcionado por uma estranha senhora que lhe entrega a chave da cabana onde ele irá ficar.A partir daí, estranhos acontecimentos começam a perturbar a vida do escritor e a coisa só piora quando Alice desaparece. Agora cabe ao pobre Alanter de procurá-la.

No decorrer da trama, Alan Wake percebe que os fenômenos ocorridos são parecidos com os mesmos que ele vinha escrevendo em seu último livro, fato este que o deixa confuso e muito assustado com a situação.

A jogabilidade

Na parte de jogabilidade, o game segue em terceira pessoa com uma perspectiva muito similar a outros jogos do gênero, porém o sistema de batalha é um pouco diferente do habitual.

Neste modo notamos uma falha, pois há evidentes defeitos de movimentação, como a esquiva que é bem complicada de se fazer, além da realização de saltos, que é bem simples e pouco realista. de resto, tudo funciona e é bem automático e intuitivo, ao menos muito mais do que o concorrente “Silent Hill: Homecoming”.

Alan deve usar sua lanterna para acabar com os inimigos, pois a luz é a sua principal arma contra as criaturas da escuridão, além disso, o personagem possui um acervo de armas bem razoável, porém totalmente inútil. O negócio é que a lanterna é o grande destaque, mas ela se torna imprestável se você não tiver baterias para carregá-la.

O que mais?

Na parte gráfica, o game possui um design bem simples, ou seja, Alan Wake não tem os melhores gráficos que você já viu, ainda assim, não há muito do que reclamar, pois os cenários são bem construídos e trazem localidades bem detalhadas, especialmente durante o dia.

Pense em Alan Wake como um game cujo o enredo e a jogabilidade receberam mais atenção do que os gráficos.

Um dos pontos fortes do game fica na parte da direção e produção, que apesar de serem medianas, possui momentos bacanas como a passagem de episódios, que deixa o game com ar de seriado de TV.

Neste aspecto, podemos comparar o jogo com o seriado “Supernatural” (Sobrenatural no Brasil), pois há até a clássica parte onde se recapitula tudo que ocorreu no episodio anterior. A narrativa do game, aliás, segue esse modelo, o que significa que você vai saber exatamente quando pode dar um tempo na jogatina sem perder qualquer detalhe da história.

Há também certos extras como, por exemplo, a TV que você encontra em cada episódio. Quando você a liga, inicia-se um programa de TV bem bacana chamado “Spring Nights” que narra alguns fenômenos estranhos, como o caso do sujeito que tentou trapacear a morte e acabou morrendo. Tudo muito engraçado e divertido – com certeza você vai querer assistir todos esses contos antes de chegar ao final do game.

Conclusão

Com um clima de seriado de TV e um ambiente bem perturbador, porém divertido, Alan Wake é uma ótima opção para os fãs de games de terror. Apesar de algumas falhas, o game passa longe de ser ruim e merece ser jogado até o fim.

 .  

.  

Análise

Produtora: Remedy Game

Plataforma: X-Box 360

Gráficos: 9

Jogabilidade: 8

Som: 9

Geral: 8.5

.

Ponto forte: O clima sombrio é bem apronfudado, além disso, há muitos extras divertidos.

Ponto fraco: A movimentação peca em alguns aspectos  e  o jogo tende a  ficar limitado com o tempo.

1 comentário

Arquivado em Games, Hands-On, Lançamentos

Uma resposta para “Hands-On – Alan Wake

  1. Johny Lima

    Esse jogo é simplesmente espetacular!
    Tem um suspense sinistro que te cativa de uma forma incrível, teve momentos no jogo que fiquei cerca de minutos indeciso no que fazer, melhor explicar; tem certos momentos no jogo que do nada começa a ventar forte e a mesmo tempo vem um tenebroso nevoeiro, deixando você ciente de que o perigo está a diante. Qual é sua reação?

    *Vale lembrar que essas cenas sempre se passam no decorrer da noite assim como a maioria do jogo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s