Blizzard firmou seus pés no Brasil

 

Estratégia em tempo real agora à disposição de quem não lê ingreis. Poderão ler em português?

Na semana passada rolou um evento em São Paulo para convidados (o qual eu não fui convidado, portanto Blizzard não reclamem de futuras notas baixas em reviews, er, hã, onde estava?), ah sim, rolou um evento da Blizzard em São cujo único objetivo era anunciar que a empresa estará onipresente em nosso grande país.

Sim isso é bacana, quer saber o que foi mais bacana? Starcraft II será lançado oficialmente no Brasil com localização em português por módicos R$ 50,00. O game será lançado no mesmo dia que a versão americana, ou seja, dia 27 de julho. Melhor impossível. Mas…

Mas o preço baixo tem uma compensação afinal de contas. Você leva pra casa, joga por seis meses e depois disso terá de fazer uma assinatura. Será bom negócio? Acredito que para a Blizzard dará muito certo, uma vez que ela é a maior produtora MMO do mundo e seu game mais ovacionado (WOW) é pago e já conta com mais de 12 milhões de assinantes em todo o mundo.

Credibilidade para mandar boletos pra sua casa a Blizzard tem e seus games valem cada centavo investido. A presença no Brasil não envolve apenas marketing nas revistas de videogames do país (sim, isso vai acontecer) e o game a preço de banana e a possibilidade de jogar na faixa por seis meses. Não senhor, a empresa terá um escritório no Brasil, algo semelhante ao que a Ubisoft fez. Por enquanto a Blizzard Brasil conta com três funcionários (não vou citar nomes porque com certeza os caras não estão afim de fama e sucesso, mas de reconhecimento), o que quero dizer é pesquise na net para pegar os nomes dos caras (o GamerBR tem) se quiser mandar seu currículo pra eles.

Será que a Blizzard vai mudar o mercado de games no Brasil? Pague (literalmente) pra ver!

Algumas pessoas estão um pouco céticas se o modelo de negócios vai funcionar no Brasil, como já disse acredito que os fãs fiéis do game vão comprar e jogar por seis meses e depois não medirão esforços financeiros pra continuar logado, mas tenho certeza de que a Blizzard não mediu bem as consequências de seu esquema. Vou dizer por que:

 

Conheço muita gente que se vicia num MMO e depois simplesmente fica saturado de jogar, seja por falta de grana seja por falta de interesse no jogo ou por causa de novos lançamentos, junte-se a isso o fato de que o Brasil é a meca da pirataria e pronto! Não entendeu o que eu quis dizer?

Bom, em breve você verá Starcraft II sendo vendido nos camelôs e seu amigo tirando cópias e distribuindo a rodo nas lan houses por aí. Uma galerinha vai abandonar Lineage (ou o que estiver na moda), e assim teremos muita gente viciada em Starcraft, até que seis meses depois um fulano vai receber a cobrança e vai espalhar para todo mundo. Todos vão dizer “eu não vou pagar nada pra jogar”, servers piratas tentarão ser criados, não se mostrarão efetivos, então os pobres (literalmente) jogadores brazucas simplesmente vão se lembrar de seus dias de glória no outro MMO e assim Starcraft ficará relegado apenas aos fãs, afinal jogar off-line um jogo desses simplesmente não combina com o perfil brasileiro dos gamers.

Mas não fique chateada Blizzard, tenho certeza que os fãs fiéis serão muitos e verdinhas para pagar as contas do novo escritório não faltarão. Além do mais fico muito feliz em ver que as gigantes finalmente estão querendo se aproximar do Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Games, Lançamentos, Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s