Karate Kid, a renovação de um clássico!

É interessante como as coisas se comportam, quando esse tipo de situação acontece quase sempre o novo filme consegue destruir tudo aquilo que foi e ainda é algo de destaque na memória das pessoas. Acredito que muitas, assim como eu pensaram nesse lançamento como uma tentativa frustrada que no máximo levaria o nome de uma franquia. A surpresa porém veio quando me vi sorrindo e admirando tudo o que acontecia na tela.

Apesar de ter adorado o filme – À Procura da Felicidade – onde Will Smith e seu filho nos mostram uma história emocionante, nunca vi naquele garoto a essência de um ator de verdade. Era interessante por ser filho de quem é, mas só.

Nesse novo filme Jaden Smith consegue evoluir consideravelmente, pra mim foi divertido ver não apenas a evolução do personagem, mas também a boa interpretação desse garoto que no fim não deixa de ser uma criança. Alguns momentos acabam irritando por tentar passar o estilo malandro, seja na dança ou no estilo de falar, estilo esse que não é suportado pelo personagem, ou pelo ator, até por que falta muito para considera-lo assim como seu pai um Malandro de verdade.

Lá no filme de 1984 foram apresentados para todos o sacana Daniel Larusso (Ralph Macchio) e o velhinho Sr. Miyagi ( Pat Morita). O que chamou a minha atenção foi a boa idéia de usar a história, fazer modificações para ser algo atual, adicionar elementos, retirar outros mas sempre respeitando aqueles que vieram antes. Aqui a história gira em volta de Dre Parker (Jaden Smith), um garoto de 12 anos que acaba mudando junto com sua mãe para China. Mey Yin, é a garota da história, a amizade entre os dois é forte desde o início, chega ser quase um romance, mas preferi ver tudo como uma amizade forte e inocente. As diferenças de culturas e de tradições acabam deixando essa amizade conturbada. Surge então o inimigo, que assim como no primeiro filme usa o Kung Fu de maneira errada para brigar e acima de tudo mostrar que aquele ali não é o seu lugar. Depois de muitas brigas, a única saída de Dre é o zelador do prédio Mr. Han (Jackie Chan), que é secretamente um mestre do Kung Fu.

A história toda ainda conta com todos esses elementos do primeiro filme, mas como aqui tudo se passa na China, a idéia por si só já faz mais sentido do que o original. O treinamento foi modificado, o ambiente vem naturalmente cheio de cenas lindas que mostram templos e cenários espetaculares, até mesmo a academia toma um tamanho muito maior do que se era esperado.

Acho que seria um grande pecado meu não falar do Jackie Chan. Vi praticamente todos os filmes que levava seu nome, pra mim sempre foi divertido e relaxante. Dessa vez  foi absolutamente maravilhoso ver como o comportamento do personagem se desenrolava. É de longe o melhor personagem do filme, a melhor interpretação e com certeza a sua melhor evolução como ator. É muito curioso ver o personagem levando nos seus ombros curvados  o peso de um evento do passado, ver naquela face quieta a sabedoria e uma parte humana que nunca conseguimos captar no primeiro longa.

É um lindo trabalho levado com muita dignidade e dedicação.

No final, Karate Kid ainda se prende no seu foco original, mas com muita sutileza e bom gosto, consegue se destacar, criar novos pontos de importância e acima de tudo trazer para o público personagens que iremos lembrar. É sem dúvida a melhor surpresa de 2010.

Gostou desse post? Clique aqui e vsite também o Clictec!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cinema, Lançamentos, Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s