Hands-On: Vanquish

Nosso Hands-On está um pouco atrasado...

Shinji Mikami, criador de Resident Evil , quando um jogo desses é feito é de se esperar que seu criador só faça algo parecido ou faça algo totalmente novo , sendo assim surgiu Devil May Cry um jogo que revolucionou os games de ação no sentido “andar e bater” e mais uma vez temos algo que inova os seus conceitos.

Se Gears of War fosse japonês ele se chamaria Vanquish, bem era de se esperar que sim mais acreditem Vanquish é muito mais que isso.

Lançado para as plataformas PS3 e X Box 360, Vanquish narra uma historia futurística onde a Rússia resolve dominar o mundo com uma espécie de ameaça biológica tecnológica, resumindo o feito um raio que é disparado por um satélite que ao tocar no solo terrestre as pessoas são contaminadas por algo que lhe faz ficar deformado e vir a óbito.

Na trama você controla o soldado Sam Gideon

Sendo assim é chamado um verdadeiro batalhão espacial para combater a ameaça e dentro desse grande exército se encontra nosso protagonista um sujeito metido a  herói de tokusatsu (series japonesas no estilo Jaspion) chamado de Sam Gideon.

Sua missão básica é se infiltrar na grande arma e acabar com a ameaça, falar é fácil difícil é agir, pois acreditem será uma verdadeira guerra.

A jogabilidade do game lembra Gears of War logo de cara, porém possui seu brilho próprio, como algumas mecânicas que deixam as coisas bem mais rápidas e precisas  além de “firulas” que o diferencia dos outros títulos.

Vanquish tem elementos de tantos outros jogos conhecidos do momento, como Gears of War...

No game você controla Sam, ele possui um traje especial que lhe dá mais agilidade e resistência, na prática você ganha habilidades como deslizar no chão com um Jet Pack e slow-motion este último somente é ativado enquanto você passeia com seu Jet Pack.

A mecânica com o Jet Pack é meio confusa e descontrolada, porém com um pouco de pratica tudo fica fácil, você o utiliza mais precisamente nas realizações de esquivas e transferência de um local para outro enquanto faz a famosa cobertura vista em Gears of War.

No momento em que você esta usufruindo desta capacidade de deslizamento, se você resolve atirar é ativado o slow-motion um bullet time manjadaço, no qual é perfeito para realizar grandes ofensivas e fugas mais desafiantes. Além de slow-motion , nosso amigo Sam e sua roupa formidável , possui algumas habilidades acrobáticas como andar na realizar algumas acrobacias em paredes, podendo até atirar enquanto realiza o salto.

O game conta com muitas cenas de ação e tiroteios

O pacote de arma é básico, você utiliza desde rifles automáticos e verdadeiras shotgun com direitos a vários tipos de granadas, também é possível usufruir de alguns veículos como robôs e motos.

Na parte gráfica Vanquish impressiona bastante com cenários e designer belíssimos, seu personagem é muito bem feito você ira presenciar um grande detalhamento gráfico.

Vanquish é assinado pelo badalado Shinji Mikami

Os cenários do game são dignos de serem chamadosde “Final Fantasy”, pois são muitos bem detalhados e se enquadram perfeitamente na temática do game, as animações do game são belíssimas cheios de efeitos visuais com muitas influencias vindas de grandes clássicos da cultura japonesa (leia-se Patrulha Estrelar e Mobile Suit Gundam).

Apesar de quase tudo ser perfeito em Vanquish um game sempre tem um defeito e este ano podemos concluir que só tivemos jogos curtos, pois da obra prima Splinter Cell Conviction e suas 5 horas de jogo (chorando) vem Vanquish um excelente game de tiro que possui cerca de 4 a 5 horas de jogo apenas, mas que com certeza ira lhe fazer vibrar com  muita ação e visual arrasador.

Podemos concluir que depois de Contra 3 Alien Wars para Snes, nunca mais tivemos um jogo cheio de ação como este, Vanquish conseguiu resgatar a ação vista naquela época, pois são tantos inimigos na tela e o clima de guerra consegue ser simplesmente fantástico, o jogador ira enfrentar desde pequenos soldados ha grandes maquinas de guerra, tudo isso com muitas armas junto a um grande jogabilidade produzida, sendo assim Vanquish é um jogo que nunca poderá passar-se despercebido.

.

.

Análise

.

Gráficos: 9

Jogabilidade: 9

Produção: 10

Geral: 9,5

.

.

Ponto forte: Japoneses mostram como Gears of War deve ser feito…

Ponto fraco: Uma hora de jogo a mais  ou duas não iriam fazer falta…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Games, Hands-On, Lançamentos, Reviews

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s