HANDS-ON – MARVEL vs CAPCOM 3: Fate of Two Worlds

A espera acabou e Marvel vs Capcom 3 chegou!!

 

Crossover:  Fusão de duas franquias em um único titulo, o primeiro da categoria foi X-Men vs Street Fighter e após todos esses anos sempre tivemos vários games do gênero que a cada dia se tornavam melhores.

Quando o primeiro Marvel vs Capcom veio ao mundo, conhecemos um lado frenético da Capcom nunca visto antes, a jogabilidade era agia e bem arrasadora e a medida que o jogávamos queríamos mais, foi então que foi realizada a seqüência e desta vez incluímos mais personagens e mais ação de uma maneira mais frenética do que visto antes.

Na geração atual a Capcom nos trouxe uma engine gráfica bem aceitável para sua mega-franquia de luta Street Fighter, sendo assim em SF IV tivemos um gráfico 3D desenhado de uma maneira bem cartunesca, porém para o jogo em si tivemos uma plataforma 2D podendo então gerar o chamado 2.5D.

Com o nascimento desta forma de se fazer um jogo de luta a Capcom com certeza não abandonou a idéia e resolveu prega-la no mais novo game da serie Marvel vs Capcom, sim o terceiro jogo da serie de crossover chegou ao nosso blog e este de arrepiar.

.

Ready? Fight!

Marvel vs Capcom 3: Fate of Two Worlds, trás ao jogador tudo que os primeiros títulos trouxeram dois mundos distintos envolvendo-se em combates frenéticos e cheios de efeitos especiais, a historia é fraca e serve apenas para arrastar o jogador para a guerra em que se passa o game, desta vez temos personagens da Capcom nunca vistos antes como Dante e Amaterasu e da Marvel também temos estreantes como Dormammu e Thor.

A fusão entre as franquias resulta no melhor game da serie sem duvidas, pois você ira encontrar um visual muito bem feito e uma jogabilidade que se enquadra perfeitamente em ambas as plataformas, a jogabilidade esta como todos os jogos crossover até hoje existente, rápida, prática e muito viciante.

 É possível realizar combos de 4 hits, por exemplo, de uma maneira tão fácil que faz o jogador se sentir que é bom, mas para aqueles que são bons de verdade é possível ultrapassar os 15 hits fácil. Os movimentos especiais do game também estão melhorados o jogador possui até três golpes especiais e eles podem ser desferidos a medida que sua barra de energia cresce possuindo até cinco leveis.

 

Os efeitos e luzes são um show a parte...

Você escolhe três personagens no jogo e seguindo através de trio antes de começar a batalha é possível alternar entre dois modos de jogo, o Simple este permite que você faça seus movimentos especiais com mais facilidade do que o normal e o Normal este é um pouco mais na raça que as coisas funcionam, porém como já dito existe um botão em ambos os modos que já auxilia a execução destes movimentos, mas para fazer na raça basta realizar um movimento combinando dois botões (não se importando se são dois socos, ou dois chutes apenas dois botões e um movimento no direcional de acordo com a lista de comando óbvio) sendo assim este jogo possui uma facilidade acima da media quando se trata na jogabilidade.

Ainda falando da jogabilidade, os comandos do jogo estão bem diferentes do que é possível encontrar em um game de luta convencional, aqui são três botões de ataque e cada botão faz soco e chute, porém alternando entre fraco, médio e forte e o quarto botão serve para jogar o personagem para o alto.

Sendo que soco é possível desferir somente quando esta de pé, chute abaixado (aquela típica rasteira do Ryu, por exemplo) ou enquanto estiver no alto o personagem desferi golpes aéreos com chute ou  até mesmo soco.

Resumindo, com Ryu é possível desferir Tatsumaki Senpukyaku com os três botões, dar Hadouken com os três botões e Shoryuken com os três botões, diferente de um jogo de luta mais simples que sempre separa os botões de chute e soco aqui é tudo junto entre esses três botões, lembrando bastante o estilo visto em Tatsunoko vs Capcom, a quantidade de golpes do game por personagens impressiona Dante, por exemplo, possui diversos combos e é um dos personagens que mais agrada no game.

Os botões superiores se resumem a chamar o seu parceiro para realizar um movimento especial simples, um botão que serve para dar um movimento similar a um “dash” visto na serie KOF, mas também é possível realizar um combo especial com este botão e um único botão do jogo realiza aquele megalomaníaco movimento onde chama todos os parceiros do time para realizar um mega-especial.

Como todos os outros dois jogos da serie, este permite que o jogador faça movimentos que combinam as ações entre os personagens, sendo então é possível realizar combos especiais entre dois a três personagens e desta forma as coisas ficam muito, mas muito mesmo, frenética, porém para realizar tal feito basta apertar um único botão no controle deixando realmente fácil e muito apelativo, ainda é possível emendar movimentos. Além disso o game possui outros  movimentos entre parceiros  como o Aerial Team Combo , este faz o seu parceiro auxilia-lo na execução de um grande combo aéreo, também foi adotado alguns movimentos de defesa um deles é Advance Guarding , este é um defesa especial na qual arremessa o personagem para longe do oponente que esta defendendo, também é possível ativar um verdadeiro modo “berseker” existente no game este faz seu personagem ficar vermelho ou roxo e  ter movimentos mais fortes, além do Snap Attack este arremessa o adversário para longe fazendo o parceiro do adversário entrar no ringue gastando um level da sua barra de energia.

 Uma grande inovação do game é um sistema de licença existente no jogo, na verdade se resume a um crachá, no qual mostra seus status no game, como personagem mais jogado e o melhor desempenho com o mesmo, quantidades de batalhas vencidas e perdidas e o jogo até lhe da títulos e exibe um gráfico que determina qual estilo de luta você esta jogando   se esta mais para o ataque do que para defesa etc…

.

O Visual HQ:

De um lado os personagens da Capcom todos  de origem japonesa, do outro os da Marvel estes são verdadeiros filhos do Tio Sam, a qualidade gráfica do jogo lembra pouca coisa do que vimos em SF IV talvez só a idéia do 2.5D se manteve, pois os personagens sofreram um re-designer brusco em comparação, personagem como Ryu, por exemplo, está mais “magro” do que em SF IV, mas isso não quer dizer que seja ruim muito pelo ao contrario o visual até supera o visto em SF IV e os personagens da Marvel  obteve um tratamento perfeito deixando eles com um visual bem próximo a uma pagina de HQ, os cenários do game são muito bem feitos com muitos detalhes e um visual que faz lembrar que esta em uma pagina de quadrinhos.

Cada cenário do jogo é uma referencia em si, cenários como Demon Village é baseado em Ghost n Goblin e está perfeita, é possível ver os goblins do jogo se interagindo no fundo dos cenários e muitos elementos do próprio jogo ali se encontram, o game possui também outros cenários como Metro City baseado em Final Fight e até o laboratório da Tricell de Resident Evil.

Herois e vilões se juntam para deixar o game épico...

.Coisas boas e ruins de Marvel vs Capcom 3:

  

A interface do jogo é algo que chama bastante a atenção, principalmente na hora da batalha onde o visual lembra muito uma pagina de quadrinhos é possui ver onomatopéias surgindo a cada golpe desferido, as fontes que escrevem a quantidades de hits e classificam o seu combo também são caracterizadas em quadrinhos deixando o visual do game cada vez melhor a medida que se joga. Os efeitos especiais do game são de matar , efeitos de luzes a cada movimento especial desferido deixam o jogador vibrado e dão muita emoção nas batalhas , sendo assim este titulo é um verdadeiro show de luzes e efeitos visuais.

Na parte sonora o game não desaponta, temas dos principais jogos da Capcom são executados em determinadas fases com remixagens  e alguns temas próprios do jogo são muito bem encaixados, o sistema de dublagem esta perfeito é possível alternar ente as vozes para japonês ou inglês, porém esta função esta apenas para os personagens Capcom. O game também dá um agrado a quem já curtia a série antes, pois é facilmente reconhecível músicas do segundo game, por exemplo, porém com uma roupagem mais atual. A dublagem do game esta muito bem produzida as vozes tanto dos personagens  da Capcom como os da Marvel esta perfeita, as animações do game são bem feitas principalmente da abertura do game que com certeza é algo que já lhe deixa super empolgado com o game logo de inicio.

O game possui Modo Offline e On-line, no Offline se encontram modos de jogo como versus, arcade e mission este último trás ao jogador missões a serem realizadas com certos personagens e somente podem ser cumpridas com  a jogabilidade no modo Normal, o game também possui um modo gallery no qual é possível ver as animações do game, artworks, históricos dos personagens entre outros extras bem bacanas que fazem o jogador explorar muito o jogo para adquiri-los.

Porém nem tudo é perfeito neste mundo e o game consegue pecar por aspectos que poderiam ser corrigidos com o tempo, se trata da falta de personagens veteranos da serie, por exemplo, de inicio não se vê o Ken de Street Fighter, Cyclops, Gambit entre outros personagens antigos da franquia, podendo tê-los no game somente em um futuro (nada certo) em DLC sendo assim a Capcom peca no game pela falta de personagens famosos nos outros games e por um pequeno retrocesso no quesito quantidade de personagens.

Capcom trás personagens de franquias antigas para deixar bem claro que todos os personagens são bons de briga...

Vamos falar da dificuldade do game, mantendo-se no Normal, o game de inicio é fácil, mas à medida que se avança ele começa a ficar mais apelativo, as batalhas à medida que se avançam se elevam bastante a dificuldade fazendo jogadores novatos perderem um pouco a paciência, ao todo são seis trios e no final você encara o vilão Galactus, a batalha com o vilão não é um bicho de sete cabeças, porém da um aperto, pois você encara diversos clones dos personagens de inicio logo após o vilão Galactus que possui golpes devastadores, mas é lerdo demais para fazer você morrer fácil.

Os encerramentos do game também são elementos que pecam, simples demais para um game tão épico, simplesmente são pequenas (minúsculas) animações em paginas de quadrinhos e elas retratam acontecimentos com o personagem que você matou Galactus, exemplo você o matou com o Ryu o final será dele, ao finalizar o game o jogador libera um novo personagem e itens como artworks e characters bios.

Outra coisa que desaponta é uma pequena reciclagem do game, por exemplo, os golpes do game, alguns personagens receberam os mesmos dos outros games casos como Doctor Doom e Sentinel, também nota-se a trilha sonora no menu de personagens é a mesma musica tocada no segundo game, porém remixada, estou dizendo isso porque do segundo game para o terceiro game foram dez anos e não vemos grandes diferenças que o faça tão diferente do antecessor , podendo considerar apenas que somente os gráficos do game mudaram. É o típico caso da produtora que fez muito alarde dizendo que iria trazer algo revolucionário, mas no fim trouxe um game “mais do mesmo”.

.

 Conclusão

A espera finalmente acabou e Marvel vs Capcom 3 chegou. A pergunta agora é: valeu a espera?  De certa forma sim, mas percebemos que o game esta um tanto igual ao seu antecessor apenas com algumas modificações que o deixam melhor que o segundo game, mas isso não desaponta nenhum pouco, pois em time que esta ganhando não se mexe… muito.

Vale a pena a compra? Claro que sim é um game frenético, divertidíssimo com um índice de replay altíssimo e motivo para esquecermos um pouco que Street Fighter IV é o melhor game de luta da atual geração e decidirmos se esse é ou não melhor que o citado. Em minha opinião é, pois achei Street Fighter IV um tanto devagar, mas se pararmos para pensar a ferocidade do game já é uma característica única da serie que não pode ser utilizada nos outros games.

Sendo assim Marvel vs Capcom 3: Fate of two worlds é um excelente game de luta que deixa o jogador bem empolgado com suas batalhas frenéticas e um alto índice de divertimento.

.

Análise

.

Gráfico: Visual HQ, cenários coloridos e muito bem detalhados  deixam o jogo impecável demais para não levar a nota máxima.

.

Nota: 10

Jogabilidade: Esta rápida e bem precisa de inicio um pouco confusa devido a esses lances dos três botões serem chute e soco, um fato que veio reciclado de Tatsunoko vs Capcom fundida com a do segundo game da franquia.

Nota:10

.

Produção:

Efeitos visuais de primeira, estilo HQ do jogo  e animações bem empolgantes, porém os personagens veteranos da serie não se encontram em massa, os encerramentos poderiam ser mais trabalhados, o jogo recicla muitos elementos do segundo game e isso de um lado é bom, mas se você procurava diferenças drásticas esqueça.

Nota: 9.0

.

Geral: Diversão sem compromisso, vai fazer sucesso no modo multiplayer. A Capcom mostra mais uma vez que esta em boa forma, apesar de sem muita originalidade.

Nota: 9.6

.

.

Ponto forte: Dois mundos se encontram da melhor forma possível.

Ponto fraco: Para ter mais personagens… compre !! Bem vindo ao mundo dos DLCs, Ryu sem Ken é osso…

.

.

Bônus Stage!!!

Quem é o personagem mais apelão do game?

Joguei freneticamente o jogo, e conclui que temos um empate entre Captain America e Thor e seus movimentos rápidos. Não encare isso como uma reclamação, mas se os personagens começarem a apelar muito, não há como vencê-los.

3 Comentários

Arquivado em Games, Hands-On, Reviews

3 Respostas para “HANDS-ON – MARVEL vs CAPCOM 3: Fate of Two Worlds

  1. Denis

    eh um daqueles jogo que vc coloca a ficha e tah c matandu pra ganha do primeiro inimigo ai vem o nerd fdp que naum faz sexo bota a ficha lah e fica dandu sempre o mesmo golpe especial apelao
    akokosokoks me irrita mas o jogo parece ser bom

    * te lembra algo vitor isso que eu comentei * aquele viado lah no fliper que tiro a ficha do elves

  2. O jogo é muito legal, viciante . Vai fazer muito sucesso, mas é como nós dissemos: ficou um gostinho de “falta alguma coisa”.

  3. walterlsan@hotmail.com

    bom os graficos estão muito boms mais a jogabilidade esta um lixo com certeza o pior das serie vs soco e chute juntos a capcom conseguil literalmente fuder um jogo tão esperado..

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s