Impressões – Sonic Generations

É estranho, mas mais uma vez tenho que fazer uma comparação entre uma Montanha-Russa e a SEGA. Quase sempre estamos em um passeio que rapidamente nos leva ao topo do mundo e derrepente nos trás drasticamente ao chão. Algo desagradável que apenas faz nossos estômagos ficarem embrulhados e cansados dessa viagem interminável.

Nesse mês minha tarefa online está voltada para os jogos do pacote WelcomeBack, mas apenas por curiosidade parei um pouco e baixei a demo de Sonic Generations para enfim ver se eles acertaram a mão, afinal apenas isso justificaria o fato dela ficar disponível apenas por 20 dias.

Decepção, isso é o que sobra dessa breve experiência. É difícil engolir tantos erros e tentar resistir ao que está sendo mais e mais comum, xingar a SEGA.

Sonic Generations é ambicioso, tenta fazer algo simples e ao mesmo tempo relevante, trazer o público Hardcore e os fãs dessa nova geração para o mesmo prato através de duas experiências totalmente diferentes. Pelo menos para mim uma demonstração é aquilo que te motiva para comprar o jogo, é aquilo que deixa marcas, ou melhor, é aquilo que aguça sua vontade, sua curiosidade. Aqui além de não existir a possibilidade de experimentar os dois modos que estarão no jogo completo, temos que lidar com uma fase que mais uma vez agrada e peca em vários pontos, deixando na sua mente apenas a dúvida se isso vale a pena ou não.

Mais uma vez temos aqui uma imagem muito próxima do personagem, deixando claro apenas uma pergunta: Porquê SEGA, porquê???

Parece que a empesa insiste em permanecer nesse padrão, deixando de lado a possibilidade de ver o que está vindo pela frente para se preparar. Os efeitos estão interessantes, a grama está bem feita e os cenários também, mas no fundo são tantas coisas e tantas camadas sobre camadas ao mesmo tempo que tudo acaba ficando poluído demais. Pessoas que jogaram o jogo em 3D ainda dizem que tudo fica ótimo com o personagem parado, assim que a movimentação começa é quase impossível manter o foco e absorver o que essa nova função pode trazer.

A demo fornece caminhos diferentes desde que você esteja esperto o bastante para realizá-los, é algo que chama a atenção e faz com que uma nova tentativa seja feita, porém tudo falha quando a velocidade se torna um problema, às vezes ela é demais e às vezes ela é inexistente, deixando o simples caminhar durante uma colina travado e grosseiro.

No fim devo confessar que deletei a demo em menos de 20 minutos, não recomendo para ninguém e não vejo (até o momento) porque gastar meu dinheiro nesse novo jogo.

Por um lado fico triste em ver que praticamente estamos diante de um novo capítulo falho da SEGA, por outro lado espero que a versão completa consiga chamar a atenção de alguns, afinal o que estamos cansados de ver é a SEGA e nosso querido Sonic tentando correr antes mesmo de saber andar.

3 Comentários

Arquivado em Consoles, Games, Lançamentos, Notícias

3 Respostas para “Impressões – Sonic Generations

  1. Realmente a camera perto do sonic fica ruim, mas o resto eu gostei bastante não entendi sua decepção

  2. VICTOR

    musica : 10

    Jogabilidade : 9 vi alguns movimentos estranhos enquanto sonic estava no ar , mas os elementos de Colors foram retirados. aleluia…

    graficos : 10

    o closed aplicado pode ser um pequeno problema , mas não acho que seria ruim , eles sçao utilizados nas partes onde realmente são necesario,,

    mas é versão demo ainda nao vimos o outro sonic em ação ..

    espero que o jogo nao seja hibrido de otimo e ruim,,,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s